....................

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

O AZEITE NÃO ACABAVA - LIÇÃO 6 - MATERNAL

[atividade_3.JPG]
Texto Bíblico: 2 Crônicas 29.3-10,20,21,25-30

I - De professor para professor

· Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é que a criança aprenda que Deus é poderoso.

· A palavra-chave deste domingo é “Milagre”. No decorrer da aula diga: “Papai do céu realiza milagres”.

II Saiba Mais

No livro de 2 Reis lemos o relato da pobre viúva, mãe, e que se achava sozinha numa situação impossível de se suportar por muito tempo: não tinha comida em casa nem meios para se sustentar. Além disso, estava sendo ameaçada por um impaciente cobrador de impostos. Se ela não pagasse a dívida imediatamente, perderia os filhos.

A única coisa que corria a seu favor era que sabia para onde se voltar. Somente Deus poderia fazer um milagre acontecer para mudar a situação. Ela levou o problema até o profeta.

O lugar onde depositamos nossas esperanças determina se receberemos, ou não, um milagre. Se insistirmos em procurar no homem a solução para nossos problemas, continuaremos a nos desapontar. Deus deseja mostrar-se forte em nosso benefício também. Ir a Deus, entretanto, significa pedir, orar e crer que vai receber o que se pediu.

Olhar para Deus em meio aos problemas significa que você parou de repetir as queixas, e resolveu tornar aquela conversa íntima numa oração direcionada para o alto

Texto adaptado do livro: Há um Milagre em sua casa, CPAD


III - Conversando com o professor


“No conceito moderno, ensinar não é apenas transmitir conhecimentos, mas também promover aprendizagem por parte do aluno. Essa aprendizagem não pode ser forçada nem introduzida no educando como o ato de vestir uma peça de roupa. Portanto, ensinar não é apenas ler ou falar diante de uma classe, mas primeiro despertar, motivar e interessar a mente do aluno e em seguida dirigi-la no processo de aprendizagem”

Antônio Gilberto, Manual da Escola Dominical, CPAD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com