quinta-feira, 18 de março de 2010

JESUS PROVA O SEU AMOR POR NÓS - LIÇÃO 12 JARDIM DA INFÂNCIA


Texto Bíblico: João 9.1-41

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças aprendam que Jesus morreu e ressuscitou por amor a nós.


• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “AMOR”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Jesus ama você. Ele morreu e ressuscitou por amor a você.”


Para refletir


• “A crucificação era uma forma romana de execução. O condenado era forçado a carregar sua cruz pela rua principal até o lugar da execução, como uma advertência ao povo. Os tipos de cruzes e os métodos de crucificação variavam. Jesus foi pregado; algumas pessoas eram amarradas com cordas. A morte advinha por asfixia, porque o peso do corpo tornava a respiração difícil à medida que a vítima perdia suas forças. A morte por crucificação era terrivelmente lenta e dolorosa. Jesus sofreu por amor a nós. Ele tudo suportou, sem murmurar, por amor”;

Extraído da: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, CPAD

• Professor, as “crianças do jardim de infância têm a noção do que é bom ou mau ainda associada às regras dos pais. Assim, se acha boa se consegue obedecer às regras parentais, mas por vezes já pergunta, quando faz algo mau, se ela é boa, ou se pode ser boa de novo. Pode precisar, nestes casos, que os pais ou professores digam ‘você é boa, mas fez algo ruim’, ou ‘você errou, foi má, mas eu continuo amando você e sei que você é boa”.

Extraído do livro: Amor e Disciplina para Criar Filhos Felizes, CPAD

Regras Práticas para os Professores

• “Um autêntico educador, ao contrário de certos professores que sentem “donos do saber”, são humildes e estão sempre com disposição para aprender. Ele não se esquece que o homem é um ser educável e nunca se cansa de adquirir novos conhecimentos. Aprendemos com os livros, com nossos alunos, com as crianças, com os idosos, com os iletrados, enfim, aprendemos enquanto ensinamos.

Não há melhor maneira aprender do que tentar ensinar outra pessoa. O professor-educador deve estar atento a qualquer oportunidade de aprender.

Quando não souber uma resposta, é melhor ser honesto e dizer que não sabe. A ausência do orgulho diante da realidade de “não saber”, facilita e promove a aprendizagem”.


TULER. Marcos. Muito mais que um professor. Revista Ensinador Cristão, ano 4, nº 13 - 2003. Janeiro: CPAD.


Professor, não se esqueça de:

- Orar, meditar na Palavra de Deus e estudar a lição.

- Separar os visuais e os cânticos que serão utilizados.

- As atividades apresentadas na sua revista são apenas sugestões. Você conhece bem sua classe, por isso, poderá elaborar novas atividades. Porém, não se esqueça de preparar tudo com antecedência. Observe com atenção a lista de material.


Atividade

Para reforçar o ensino da lição sugerimos que você se sente com as crianças em círculo no chão da classe. Diga que Jesus morreu e ressuscitou por amor a nós. Em seguida pergunte: “Que coisa especial podemos fazer para demonstrar nosso amor por Jesus? Ouça as resposta com atenção e depois pergunte novamente: “Podemos cantar um hino?” Cante com as crianças o refrão de um hino da Harpa Cristã que fale sobre o amor de Jesus.

Sugestão de atividade do blog:
Atividade complementar:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com