quinta-feira, 11 de março de 2010

A OVELHA FUJONA - LIÇÃO 11 MATERNAL



Texto Bíblico: Mateus 18.10-14

De professor para professor

Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças confiem em Jesus como Bom Pastor, e procure jamais afastar-se dEle.

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “OVELHA”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Somos ovelhinhas de Jesus.”

Para refletir

• “As ovelhas eram muito valorizadas na Palestina. No entanto, sua fragilidade era notória. As ovelhas eram indefesas, incapazes de se defenderem. Ademais, eram tolas e propensas a se extraviarem. Jesus nos faz lembrar de que nós, seres humanos, compartilhamos desta última característica. Como crentes, nos extraviamos, mas quando isso acontecer, seremos conduzidos de volta para a companhia das ovelhas de Deus, jubilosos e sem recriminações. Dar boas-vindas aos que se extraviaram é uma maneira de que dispomos para preservar os pequeninos na comunidade de fé”.

Texto extraído do livro: Guia do Leitor da Bíblia, CPAD

• Professor, as crianças do maternal interessam-se por Deus e por isso fazem perguntas sobre Ele. O professor não deve menosprezar ou ignorar suas indagações, por mais estranhas ou simplórias que lhe pareçam.

Regras Práticas para os Professores

1. Prepare cada lição por meio de um novo estudo. O conhecimento adquirido o ano que passou necessariamente já se diluiu um pouco. Somente novos conceitos nos levam a realizar melhores esforços.
2. Busque em suas lições analogias com fatos e princípios mais conhecidos. Nestes, encontramos as ilustrações que tornarão a lição ainda mais nova.
3. Estude a lição até que tome a forma de uma linguagem familiar. O que resulta do pensamento claro é o discurso claro, o falar claramente.
4. Busque a ordem natural das distintas partes da lição. Em toda ciência há um passo natural que vai das noções mais simples aos fatos mais profundos; o mesmo ocorre a cada lição.
5. Busque a relação que existe entre a lição e a vida dos alunos. O valor prático da lição está fundamentado nessas relações.
6. Lembre-se de que o domínio completo de poucas coisas é melhor do que o conhecimento superficial de muitas.

Texto extraído do livro: As Sete Leis do Ensino, CPAD


Atividade

Reúna seus alunos em círculo. Mostre os visuais e faça um pequeno resumo da história. Depois faça algumas perguntas aos alunos, como por exemplo: “Quantas ovelhas tinha o pastor?” “O que o pastor fez ao encontrar a ovelha perdida?” “Quem é o nosso Bom Pastor?”


Sugestão do Blog:


Amplie a imagem abaixo e confeccione máscara de ovelhinha para seus alunos.Boa aula!

[403791951_6f48b359a9.jpg]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com