....................

sexta-feira, 9 de abril de 2010

OS MÓVEIS DA CASA DE DEUS - LIÇÃO 02 JARDIM DA INFÂNCIA



Texto Bíblico:
Êxodo 30.1-10, 34-8; 40.17-33

I - De professor para professor


Prezado professor, neste domingo o objetivo da lição é fazer com que as crianças sintam o desejo de estarem na Casa de Deus.


• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido.

• A palavra-chave da aula de hoje é “PERFUME”. Então, durante o decorrer da aula repita a frase: “Deus gosta de sentir o cheirinho de Jesus que está em você.”

II - Para refletir

O Altar do Incenso

• “Dos três itens que ficavam no Lugar Santo, este era o mais próximo do Santo dos Santos. Ficava um pouco antes da cortina pesada que separava o Lugar Santo do Santo dos Santos. O altar também era feito de madeira de acácia e coberta de ouro. A construção de madeira aponta para a natureza humana que Cristo assumiu, enquanto a cobertura de ouro aponta para sua divindade. “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós...” (Jo 1.14).
Este não era um altar sobre o qual se ofereciam holocaustos e sacrifícios por pecados. O problema com o pecado devia resolvido no Átrio, no Altar de Bronze, onde se recebe remissão e perdão. O assunto relativo à nossa consagração e compromisso com Ele devia ser resolvido lá também, com a oferta de sangue apropriada. Neste altar devemos trazer o suave incenso do louvor e adoração. Junto ao Altar de Bronze, o sacerdote oficiava por nós; neste, porém, vimos pessoalmente perante Ele, na qualidade de “sacerdotes”, em uma experiência absolutamente única”

Texto extraído do livro: Estudo Devocional do Tabernáculo no Deserto, CPAD.

• Professor, a atenção de um aluno do Jardim de Infância ainda é limitada, mas está em expansão. Já pode concentrar-se por um período de tempo maior — dez a quinze minutos — se o assunto e a sua apresentação lhe forem interessantes” (Marta Doreto).
III - Regras Práticas para os Professores

Jogos Didáticos

Um jogo educativo bem planejado pode ser um excelente veículo de ensino no período das atividades em pequenos grupos. Às vezes, uma simples sugestão de um jogo causa interesse e entusiasmo à classe. Educadores modernos costumam usar este acessório para ensinar fatos, recordar conteúdos, desenvolver compreensão, atitudes e habilidades específicas. Não há limites para a variedade de jogos que podem ser planejados para atingir um objetivo específico.
Muitos professores da Escola Dominical são reticenciosos em relação aos jogos didáticos por julgá-los simples divertimento. De fato esta preocupação tem suas justificativas! Nos jogos pedagógicos, o componente lúdico não deve ser mero invólucro. Ou apenas uma estratégia motivacional que nada ou pouco tem a ver com o que se pretende transmitir. Eles devem constituir-se, em si próprios, em ricas e completas experiências de aprendizagem.
O jogo neste caso não é algo extrínseco adicionado a uma experiência de aprendizagem para torná-la agradável: é, ele mesmo, parte integrante daquela experiência para torná-la agradável: é, ele mesmo, parte integrante daquela experiência. Espera-se, assim, que o aluno aprenda com maior facilidade até sentir os conceitos, as habilidades ou os conhecimentos incorporados no jogo.
Para utilizar-se deste tipo de recurso, o professor deverá observar as seguintes normas:

• Determinar o objetivo do jogo;

• Determinar o conteúdo a ser aprendido: O que desejo que meus alunos aprendam? Quais as habilidades ou princípios que as crianças deverão praticar? Qual a informação que deverá ser recordada?

• Decidir qual tipo de jogo é apropriado para a classe;

• Determinar as regras do jogo.


Texto extraído do livro: Recursos Didáticos para a Escola Dominical, CPAD


IV -
Atividade
Para reforçar o ensino da lição, distribua papel e giz de cera para as crianças. Peça que elas desenhem os três móveis do primeiro cômodo da Tenda de Deus. Enquanto as crianças desenham, faça algumas perguntas relacionadas à lição. Por exemplo:

• De que eram feito os três móveis do primeiro cômodo do Tabernáculo?

• O que havia sempre na mesa de ouro?

• Onde os sacerdotes colocavam um perfume bem gostoso para Deus, chamado incenso?


Professor, enquanto as crianças desenham, explique que a Casa de Deus é um lugar especial aonde vamos para adorar ao Senhor.
Sugestão de atividade do blog:
Faça a impressão do desenho desta postagem em folha A3 (ou maior)cole em cartolina para ficar mais resistente e corte formando um quebra-cabeça para que seus alunos possam montar ao final da aula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com