....................

quinta-feira, 10 de março de 2011

DEUS CRIOU ADÃO E EVA - LIÇÃO 11 MATERNAL



I. Leitura Bíblica Gênesis 1.24-31

II. De professor para professor 

Prezado professor, o objetivo da lição deste domingo é fazer com que a criança compreenda que Deus nos criou de modo especial; somos a coroa da criação. 

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• As palavras-chave são “ADÃO E EVA”. Durante o decorrer da aula diga às crianças que o Papai do céu criou o homem e a mulher. O primeiro homem criado chamava-se Adão e a primeira mulher, Eva. Deus também criou você. Ele é o nosso Criador. 

III. Para refletir

“Em que sentido fomos feitos à imagem de Deus?”

Obviamente Deus não nos criou exatamente como Ele, porque Deus não possui corpo físico. Em vez disso somos reflexos da sua glória. Alguns pensam que nossa razão, criatividade, discurso ou autodeterminação são a imagem de Deus. Nunca seremos totalmente como Deus, pois Ele é o Criador supremo, porém temos a capacidade de refletir seu caráter através do amor, perdão, da paciência, bondade e fidelidade.

Saber que fomos criados à imagem de Deus e compartilhar muitas de suas características provê uma base sólida para a imagem própria. O autovalor do homem não está baseado em posses, conquistas, atrativos físicos ou aclamação pública. Ao contrário, está baseado no fato de ser criado à imagem de Deus. Porque fomos feitos à imagem dEle, podemos nos sentir bem a respeito de nós mesmos. Criticar ou depreciar o que somos é criticar o que Deus fez e as habilidades que Ele nos tem dado. Saber que você é uma pessoa de valor ajuda-o a amar a Deus, conhecê-lo pessoalmente e prestar uma valiosa contribuição às pessoas ao seu redor. (Extraído da: Bíblia de Estudos Aplicação Pessoal, CPAD.).

IV. Conversando com o professor

Você tem a oportunidade ímpar de orientar a criança do maternal a conhecer sobre Deus, o grande Criador. Muitos se admiram ao ouvir que podemos ensinar verdades bíblicas as crianças do maternal. Mas isso é possível, pois são muito inteligentes e estão prontas a aprenderem.
As crianças do maternal aprendem através da música, com o olhar, através do ouvir ou simplesmente por imitar os adultos.

V. Sugestões 

A preparação da sala não é trabalho para o professor realizar sempre sozinho. Pelo contrário, os alunos devem ter liberdade de sugerir, criar, colaborar na escolha de alguns motivos, pois assim se estará efetivando a verdadeira integração das crianças no ambiente da classe.
Paredes repletas de cartazes mal selecionados e mal distribuídos dão à sala de aula um aspecto desagradável e não atingem aos objetivos, dispersando a atenção dos alunos do assunto que se deseja focalizar.

Você poderá sugerir que as crianças decorem a sala de aula com desenhos sobre a criação de Deus. 



Palavra chave:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com