sexta-feira, 19 de agosto de 2011

ELE PAGOU A MINHA DÍVIDA - LIÇÃO 08 PRÉ-ADOLESCENTES



Texto Bíblico: Romanos 3.22-26;5.10

Caro professor da classe de pré-adolescente, a paz do Senhor! 

A justificação é um ato de graça de Deus, pela qual Ele imputa à pessoa que crê em Jesus a justiça de Cristo, declarando-a justa. Deus, na justificação, trata o homem arrependido conforme os méritos da pessoa de seu Mediador, Jesus Cristo. Enquanto “regeneração” expressa a nova natureza que o homem recebe pela salvação, justificação se refere à sua nova posição jurídica, diante da justiça divina.

Deus então, no seu grande amor, providenciou o sacrifício do seu próprio Filho para, por esse ato, satisfazer a justa exigência da justiça divina (Jo 3.16). 

Jesus tinha que tomar sobre si a culpa dos homens. A tremenda dívida na conta humana diante de Deus tinha de ser transferida para a conta de Jesus. Foi por isso que Jesus se tornou devedor diante da lei de Deus. A Bíblia diz que Ele foi feito pecado por nós (Gl 3.13). Isso aconteceu quando Ele, no Getsêmane, tomou o cálice que continha a nossa culpa (Lc 22.42). Jesus morreu cumprindo a sentença que nossos pecados mereciam. O justo morreu pelos injustos (1 Pe 3.18). Ele levou as nossas transgressões (Is 53.10,4,5). Aniquilou-se o nosso pecado pelo seu sacrifício, o sacrifício de si mesmo ( Hb 9.26; Ef 5.2) e proporcionou, assim, condições para a remissão dos nossos pecados e para a nossa justificação.

Todos os que agora crêem “estão em Cristo” ( Rm 8.1; 2 Co 5.17). E é por essa aceitação que são declarados justos, porque Jesus é a sua justiça ( Jr 33.6). Quando Deus olha para o crente, Ele o vê através da pessoa de Jesus, na qual todos somos feitos justiças de Deus ( 2 Co 5.21). Pela conta credora de Jesus ( que não se esgota) foi feito o pagamento do nosso débito, que agora já não mais existe. Assim o crente pode, vestido do manto da justiça de Jesus (Is 61.10), apresentar-se diante de Deus justificado. Aleluia! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com