sexta-feira, 19 de agosto de 2011

O REI DIVIDIDO ENTRE DUAS OPINIÕES - LIÇÃO 08 JUNIORES



Texto Bíblico: 1 Reis 12.1-33

O pai de Roboão fora Salomão, o rei mais famoso por sua sabedoria, riqueza e fama. A capacidade visionária de Salomão transformou Israel no mais invejado mundo civilizado da época.

Só havia um pequeno problema: para financiar esse reino de arte, Salomão aumentou as taxas a ponto de levar a média dos cidadãos quase a ruína. E assim o povo de Israel esperava que Roboão aliviasse sua miséria.

Roboão ouviu o assunto e depois buscou o conselho dos anciãos que tinham servido a seu pai. O conselho deles era baixar as taxas. Roboão dispensou os conselheiros e pediu orientação a seus amigos. Eles replicaram: “Diga-lhes: vocês acham que as coisas eram difíceis com o meu pai? Bem, vocês ainda não viram nada!”

Infelizmente,  Roboão seguiu o conselho de seus amigos, que resultou na divisão do seu reino.

Professor, explique aos alunos que buscar conselhos não é o suficiente, deve-se levar em conta a fonte do conselho, e então compará-lo com as Escrituras. O melhor conselho é aquele que não contraria a Palavra de Deus.

SUGESTÃO:
Os juniores irão se interessar muito mais pela história bíblica se você, professor, contá-la de maneira atrativa e não apenas fazendo uma narrativa dos fatos lendo em sua Bíblia.Use a criatividade e deixe a história o mais real possível a mente dos seus alunos pois assim você estará facilitando o aprendizado e a memorização do texto lido.
Para esta aula você pode sugerir aos alunos uma roda de debates ao final da exposição Bíblica permitindo aos alunos a expressão de sua opinião em relação ao fato ocorrido.Levante questões do tipo: Por que Roboão deveria ter dado ouvido aos mais velhos e não aos mais jovens?Por que confiar nos amigos mais jovens nem sempre é uma boa escolha?
Boa aula!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com