sexta-feira, 12 de agosto de 2011

QUEM PRECISA DE AMIGOS? - LIÇÃO 07 ADOLESCENTES



Texto Bíblico: 1 Samuel 18.1-15
Professor, explique aos seus alunos que Deus pode e quer ser o melhor amigo do ser humano.
Comente que Abraão desenvolveu ao longo de sua vida uma relação indiscutível de amizade com Deus. É possível nutrir esse tipo de relacionamento com o Senhor porque Ele é um Ser Pessoal, não uma força ou um fluído energético, mas o Espírito singular e pessoal, criador do universo e de todas as criaturas existentes. Abraão nutriu essa amizade de modo objetivo, ainda que num plano espiritual. Como Ser Pessoal, o nosso Deus criou o homem à sua semelhança (Gn 1.26-28), e por isso, como seres pessoais, possuímos todas as características de personalidade, tais como inteligência, vontade e sentimento. Em vários textos bíblicos, Abraão é tratado como “o amigo de Deus” (2 Cr 20.7; Is 41.8; e Tg2.23). 

Por isso, podemos e devemos ter amigos nesta terra, mas devemos saber escolher. Existem algumas qualidades na relação inter-pessoal que são elementos essenciais à existência de uma amizade profícua e firme. Então professor, escreva na lousa as qualidades citadas abaixo e explique aos alunos que elas são necessária para o estabelecimento de uma verdadeira amizade:

1 – Confiança. Uma amizade verdadeira é baseada numa confiança mútua.

2 - Cordialidade. A palavra cordialidade tem o sentido de afetuosidade. O seu prefixo latino cordis significa coração. Os bons amigos desenvolvem uma relação afetuosa entre si demonstrada em atitudes de ternura, de afeto.  

3- Informação. Entre amigos não existem segredos que não sejam compartilhados. Os amigos compartilham suas vidas uns com os outros e não escondem qualquer novidade de que saibam. 

4 - Lealdade. Ser leal implica franqueza e honestidade entre as pessoas amigas. Uma amizade é construída na franqueza e na sinceridade. Não pode haver atitudes mesquinhas e mascaradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com