....................

sexta-feira, 22 de março de 2013

DEUS CRIOU A FAMÍLIA - LIÇÃO 12 MATERNAL




I. Leitura Bíblica Gênesis 2.18-25;4.1,2



II. De professor para professor 
Prezado professor, o objetivo da lição deste domingo é fazer com que a criança compreenda que a família é uma dádiva de Deus. 

• Faça uma recapitulação da aula anterior. Pergunte qual foi a palavra-chave estudada e qual o versículo aprendido. 

• A palavra-chave é  “FAMÍLIA”. Durante o decorrer da aula diga às crianças que o Papai do céu criou a família. A família é uma presente do Papai do céu para você. 

III. Para refletir
“O primeiro casamento foi estabelecido pelo próprio Deus”
Antes da entrada do pecado no mundo, o Criador fez Eva para ser a companheira de Adão. Assim podemos crer que foi o Senhor mesmo quem permitiu ao homem e à mulher o relacionamento e a liberdade conjugal, baseados em princípios santos e puros, como parte do seu propósito para com eles. Ao trazer a mulher para Adão, Deus estabeleceu as normas para o casamento. O Senhor Jesus ratificou esse conceito: “Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem” (Mt 19.6).

Deus sempre se agrada quando seus princípios a respeito do casamento são seguidos. Essa obediência resulta em satisfação real e verdadeira felicidade — experiência testada por milhões de pessoas felizes nessa área. Enfim, ao agir de acordo com os padrões divinos, o homem e a mulher são agraciados por Deus, e os filhos se sentem no lugar adequado e no ambiente mais aprazível que poderiam desejar.  
(Extraído do livro E fez Deus a  família, CPAD.)

IV. Conversando com o professor
Professora, as crianças do maternal, principalmente as mais novas, podem sentir-se tensas e inseguras numa classe de Escola Dominical. A sua sensibilidade fica aguçada, e pode chorar por qualquer coisa. Aliás, não é incomum a classe toda pôr-se a chorar, se uma delas iniciar o choro. O professor deve tratá-las com amabilidade e propiciar-lhes um ambiente tranqüilo.

Elas assustam-se facilmente. Situações e sensações novas são-lhes assustadoras. Por isso, uma criança que esteja começando a freqüentar a Escola Dominical sentir-se-á insegura ao ser separada da mãe. Não se trata de dengo, mas de um temor real. Teme que a mãe não volte mais.

Neste caso, a mãe deve permanecer com ela na sala, até que se familiarize com o ambiente, os professores e os colegas.

(Extraído Maternal Mestre 3/4, Marta Doreto, CPAD). 

V. Sugestões 
Sente-se com as crianças em círculo no tapete da classe. Providencie uma família de fantoches. Eles vão “conversar” com as crianças sobre a família.

Enfatize o fato de ser preciso obedecer ao papai e a mamãe para que a família viva feliz. Pergunte às crianças:

Sua mãe diz: “Faça isso”. Você obedece?

Seu pai diz: “Ajude-me nisso”. Você obedece?

Jesus diz: “Ame as pessoas seus pais. Ame seus irmãos”. Você vai obedecer?                                                                     




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.Deixe aqui o seu comentário e responderemos assim que possível.

ORIGEM DA ESCOLA DOMINICAL

Os missionários escoceses Robert (1809/1888) e Sara Kalley (1825/1907) são considerados os fundadores da Escola Dominical no Brasil. Em 19 de agosto de 1855, na cidade imperial de Petrópolis, no Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira Escola Dominical em terras brasileiras. Sua audiência não era grande; apenas cinco crianças assistiram àquela aula. Mas foi suficiente para que seu trabalho florecesse e alcançasse os lugares mais retirados de nosso país. Essa mesma Escola Dominical deu origem à Igreja Congregacional no Brasil.

Hoje, no local onde funcionou a primeira Escola Dominical do Brasil, acha-se instalado um colégio (Colégio Opção, R. Casemiro de Abreu – segundo informações da Igreja Congregacional de Petrópolis). Mas ainda é possível ver o memorial que registra este tão singular momento do ensino da Palavra de Deus em nossa terra.

Houve, sim, reuniões de Escola Dominical antes de 1855, no Rio de Janeiro, porém, em caráter interno e no idioma inglês, entre os membros da comunidade americana.

Fonte:ensinodominical.wordpress.com